• Please Wait . . .

Posted by : wagner elias 20 junho 2014

  Parece que o quadrinho nacional está seguindo um caminho bifurcado. Sim, o caminho independente que se divide em duas direções: o financiamento coletivo e a web.

  E hoje vamos conhecer mais uma plataforma digital para leitura de quadrinhos, o Qomics, idealizado pelos cearenses Rafael Dantas, Raulzito Peixoto, Tereza Machado, Leandro Santos e Marlon Raphael, que tem como objetivo disponibilizar obras digitais tanto gratuitas como pagas. Ao comprar uma HQ no site você tem direito a uma quantidade determinada de downloads daquela obra, ou seja, não tem opção de leitura online. Isso pode ser ruim pra quem quer praticidade e não gosta de ficar guardando arquivos desse tipo em seu HD. Por exemplo, o Quadrinhopole, que tem uma política semelhante, com HQs gratuitas e pagas em seu catálogo, porém disponibiliza ao comprador um link para leitura online.
  O Qomics ainda está em fase inicial e conta com apenas um título. Entretanto, diferente de outros webcomics, Mandacaru Vermelho, de Rafael Dantas, parece ser uma obra bem feita, com qualidade profissional e uma sinopse que promete bons momentos de leitura.
  Olha só que porretcha essa capa!
Além dessa, o site grupo pretende lançar outras obras futuramente, estando já engatilhadas algumas como Cariwara, de Daniel Brandão e Ronaldo Mendes, que conta a história de um cientista vítima de seu próprio experimento, tornando-se uma espécie de Tarzan sul-americano;
Comando V, de Allan Goldman conta a história de um grupo de super-heróis que o Brasil precisa ter (será?);
E Liz, de Daniel Brandão, que conta, em tirinhas rápidas e num traço cartunizado, o cotidiano de Liz, uma personagem inspirada na filha do próprio autor. Muito legal;
E também um outro título do Rafael, Lockhart, que narra a trajetória de um vampiro renegado que luta contra sua própria raça em busca de justiça.
Esse título, inclusive, está disponível na web, através do ISSU. Eu li e, particularmente, achei meio fraquinha. Depois de uma sinopse que me deixou tonto de tantas vírgulas (digna de uma obra de José Sara­m­ago), as cinco páginas introdutórias para uma história maior, me pareceram um tanto simplórias, apesar da arte elogiável. Espero que a narrativa melhore daí pra fente.
  Enfim, achei a proposta do site bem legal, e espero que surjam mais desses projetos, e que os quadrinhos nacionais finalmente encontrem seu espaço, mesmo que por um caminho inesperado.
  Antes de dizer adeus, alguém já notou a quantidade de Rafaels que existem no mundo dos quadrinhos? Além do Dantas, de quem falamos nessa matéria, tem o Grampá, o Sica, o Coutinho, o Albuquerque, e mais um monte que não vou mencionar agora. Ah, e não posso esquecer do nosso talentoso Rafa Santos, autor do inofendível Egoman. Pra você que pensa que sempre dou um jeitinho de mencionar uma de nossas obras em toda matéria, mesmo que não tenha nada a ver, só pra fazer propaganda, eu digo que SIM, você está redondamente certo. E lá vai o link pra você que ficou curioso pra ler Egoman, O Inofendível Heroi:

{ 1 comentários... read them below or add one }

  1. Wagner, obrigadaço pelo post amigo, nós da Qomics adoramos a matéria.

    ResponderExcluir

Bem Vindo

Dracomics Shonen

Dracomics Shonen
Compre agora

Cellatrix

Cellatrix
Leia o novo oneshot do grupo Gibitales!

Leia

Parceiros

Quantas pessoas perderam tempo acessando essa página

Gostei

Seguidores

O que rola no Catarse

Muita gente viu isso aqui:

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © Gibitales -Robotic Notes- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -